Redes Sociais e o descontrole emocional

Tantas oportunidades na palma da mão, e desperdiçamos com tantos likes.

A vida, a comunicação antes das redes sociais, melhor ou pior?! Mudam-se os tempos, mudam-se as formas de comunicar. As redes sociais tornaram a comunicação mais fácil, mais ágil, mais instantânea, mas isto não é necessariamente benéfica.

Faz parte do ser humano comunicar, partilhar, desabafar. Mas se em tempos era feito a um grupo restrito e com cautela; hoje os pensamentos, a vida pessoal, a comunicação é feito ao mundo, pela janela das redes sociais.

A interpretação é pessoal, provoca diversas reacções, sensações, frustrações e sentimentos. Dessa quantidade de sensações e sentimentos, que surgem os desentendimentos e as frágeis relações. Expressos de diversas formas; mentiras, ataques, disseminação de ódio, desrespeito, etc. A comunicação ficou mais fácil, mas as relações mais frágeis e nem tudo o que é partilhado, é exactamente o que parece ser. Há coisas que são permitidas e outras que devem ser contidas.

É durante a nossa primeira infância que aprendemos as nossas bases e referências sociais e que usaremos para o resto da vida. Passamos a vida a lidar com o que sentimos, pensamos e desejamos, mas também é na fase da infância, que aprendemos a tentar controlar os nossos desejos e impulsos. Isto porque vivemos numa sociedade com regras, normas e valores morais.

Hoje as redes sociais são uma grande demonstração de descontrole emocional, a falta de limites e a noção do outro; tudo pelo desejo de ser admirado e ganhar destaque.

As pessoas atacam-se nas redes sociais como crianças descontroladas; que não controlam os seus pensamentos e desejos. Os ataques mostram a falta de capacidade de discernir sobre o respeito, os limites. A pessoa acredita numa verdade absoluta e sai “publicando” sem qualquer preocupação ou respeito pelo outro, ignorando as consequências negativas que isto pode causar.

Vantagens vs desvantagem

Vantagens:

  • grande facilidade de comunicação
  • busca de velhos e novos amigos
  • busca de novas oportunidades, emprego negócio etc.
  • Grupo de interesses comuns, etc.

Desvantagens:

  • hobby que despende tempo, afasta do momento presente e das pessoas que estão connosco
  • vitimas de burlas, predadores etc.
  • vicio, dificuldade de ausência
  • falsa informação, que facilmente ganha contornos desbastadores, que prejudicam as pessoas
  • demasiada exposição da informação pessoal que pode ser usada por pessoas erradas.

Precisamos de entender que não são as redes sociais, somos nós que devemos ter cuidado com o seu uso abusivo.

Ainda temos um longo caminho a percorrer, é preciso mais controle e gestão emocional, moderação nos afectos, e reconhecimento dos limites e da falta deles.

Estamos adoecer à velocidade de um Clik.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

psicologia psicologia infantil psicologia adulto life coaching business coaching nutrição
%d bloggers like this: