Narcisismo o perigo do ego inflamado.

O narcisismo é o amor de um indivíduo por si próprio ou pela sua própria imagem, o tipo mais benigno pode ser o líder carismático com excesso de charme. Em contraste, os indivíduos com perturbação da personalidade narcisista, têm uma tendência para desconsiderar os sentimentos das outras pessoas e aproveitar-se para conseguir o que querem. A sua grandiosidade eleva-se para lá do amor-próprio, ficam facilmente irritados quando não recebem a atenção e admiração que consideram do seu direito.

Tal como acontece com muitas perturbações, o narcisismo pode ser visto num espectro: algumas pessoas são mais moderadas nas características e outras mais graves.

Mas é fácil colocar o rótulo de “narcisista” em alguém que passa demasiado tempo a falar sobre a sua carreira ou que parece nunca duvidar de si mesmo. O narcisismo também é mais complicado do que parece: é diferente do excesso de auto-estima, abrange uma fome de apreciação, um senso de especialidade e uma falta de empatia. Curiosamente, além de pensar que são os melhores e mais merecedores do que os outros, as pessoas altamente narcisistas admitem que também são mais egocêntricas.

Porque é que estes comportamentos podem ser tão prejudiciais e às vezes perigoso? Certos traços do narcisista são menos importantes, como o de se gabar, mas os traços que os levam a magoar os outros são muito importantes, segue alguns traços prejudiciais:  

  • As pessoas com a perturbação narcisista têm um sentido grandioso de auto-importância, exagera nas conquistas e nos talentos, e espera ser reconhecido como superior sem realizações proporcionais. Todos conhecemos pessoas arrogantes, e a maioria de nós percebe que, quando as pessoas precisam se exagerar, estão realmente encobrindo a sua própria fragilidade. As pessoas confiantes, com um forte senso de auto-realização, orientadas para realização ou não, não sentem a necessidade de se gabar. O mais interessante sobre este traço é o aspecto de querem ser reconhecidos como superiores sem a conquista. Esse tipo de pensamento pode ser prejudicial para os outros quando um narcisista diz: “Olha para mim, sou melhor que tu.. Eu sou maior e mais…”. Isto pode ser particularmente prejudicial nos relacionamentos íntimos.
  • Está preocupado com as fantasias do sucesso ilimitado, do poder, do brilho, da beleza ou do amor ideal. Como isto pode ser doloroso? Este é o modo que um narcisista pensa “…tudo sobre mim… você não importa..” Eles precisam de estar no topo e vencer em todos os aspectos. Eles valorizam-no tanto quanto o pode ajudá-lo a alcançar essa perfeição, mas se subir acima deles, há um problema: não pode ofusca-lo, ou eles vão derruba-lo. A sua preocupação com a imagem exige muita energia o que causa problemas nos relacionamentos.
  • Acredita que é “especial” e único e só pode ser compreendido ou só deve-se associar com outras pessoas especiais ou de alto status. Desconsidera a pessoa, é comum que os narcisistas identifiquem os amigos pelas suas conquistas, em vez de serem quem realmente são como pessoas. Isso não destaca uma conexão íntima, mas atribui valor a alguém como “o meu amigo, o médico, etc.
  • Requer admiração excessiva. O narcisista é um vaso emocional vazio que precisa de ser reabastecido constantemente com admiração e elogios. O relacionamento não é recíproco. Dar e receber não acontece. As necessidades do narcisista vêm em primeiro lugar.
  • Aproveita-se dos outros para atingir os seus próprios fins. A falta de empatia, não está disposto a reconhecer ou identificar-se com os sentimentos e necessidades dos outros. A falta de empatia é um traço fundamental do narcisismo. Sem empatia, como é que alguém pode amar. Por exemplo diz à sua mãe que está passar por um divórcio, ela está mais preocupada com a aparência da família ou dos vizinhos do que com a dor ou o desespero. Mais difícil de que ter um pai ou cônjuge narcisista é perceber sua incapacidade de amar. É simplesmente um momento esmagador.
  • Muitas das vezes tem inveja dos outros ou acredita que os outros o invejam. O que vemos mais é a sua própria inveja, que o ofusca de qualquer forma. Como é que eles lidam com a inveja dos outros? Eles fazem esforços concertados para os derrubar através das críticas constantes, fofocas e tentam diminuir a sua reputação.
  • Mostra arrogância, comportamentos arrogantes ou atitudes. Este é um disfarce para um ego frágil e de baixa auto-estima. Embora pareça que os narcisistas têm uma opinião alta sobre si mesmos, eles podem realmente ser auto-aversão e ter a necessidade de derrubar os outros para se sentirem melhor.

É importante entender que o narcisismo é uma perturbação num espectro, varia entre traços e intensidade. Todos podemos exibir alguns destes comportamentos em determinados momentos, mas quando estes traços são consistentes ao longo do tempo, prejudicam os relacionamentos e prejudicam os outros, tornando-se perigosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

o que é narcisismo narcisismo amor por nós próprios psicologia auto-centrada
%d bloggers like this: