Quais são as habilidades sociais?

Como ajudar as crianças a sentirem-se confortáveis ​​e competentes em situações sociais.

Family Clinic

O que são exactamente são habilidades sociais e como as crianças aprendem?

Existem muitas definições diferentes das habilidades e competências sociais, mas eu penso nelas como as habilidades necessárias para conviver com os outros e para criar e manter relacionamentos satisfatórios.

O estilo de interacção exuberante e extrovertido que tende a ser altamente valorizado na sociedade, mas não é necessariamente a melhor ou a única maneira de se relacionar com os outros. Um estilo mais silencioso ou introvertido também pode ser muito saudável. As habilidades sociais são sobre a capacidade de ajustar de forma flexível o nosso comportamento para adequar-se a uma situação particular e às nossas necessidades e desejos pessoais.

Três processos subjacentes às habilidades sociais

Existem três processos principais que as crianças (e os adultos) usam para navegar no mundo social: Observar, pensar e fazer.

– Observar

A observação numa situação social, envolve pegar nas pistas sociais. Significa perceber o contexto: o cenário é casual ou formal? As outras crianças são amigas, conhecidas ou estranhas? Situações diferentes exigem diferentes tipos de comportamento. A visão social significa também perceber o comportamento de outras crianças. Quando uma criança se sente perdida em relação a como agir numa nova situação, pergunte: “O que os outros meninos estão a fazer?” pode fornecer algumas dicas sobre o que fazer. (Obviamente, eu não estou defender a seguir a multidão – bom senso é sempre necessário.)

Mas monitorar as reacções dos outros pode ajudar as crianças a mudar de rumo se as coisas não estiverem a correr bem. Por exemplo, se perceber, “Que ela parece aborrecida com um jogo” poderia aconselhar a criança a sugerir um novo jogo ou perguntar ao amigo o que ela gostaria de fazer.

As crianças que têm dificuldades com a visão social, muitas vezes involuntariamente incomodam os outros. Eles podem fazer coisas que são inapropriadas para o contexto, como ser extrovertido quando o assunto é sério. Pior, podem persistir em fazer coisas irritantes ou perturbadoras porque ignoram os sinais que os outros (por exemplo evitar o contacto visual, ou se afastando).

– Pensar

Pensar em ambientes sociais envolve interpretar o comportamento de outras crianças para entender o que estão a fazer e porquê. Estão a ser brincalhões ou a ser agressivos? Foi deliberado ou acidental? Isso também significa ser capaz de prever as respostas prováveis ​​dos outros e propor estratégias eficazes para influenciar os pares.

– Fazer 

Fazer, significa interagir com os colegas de maneira positiva em contexto social. Algumas crianças sabem o que devem fazer, mas têm dificuldade em fazê-lo. Por exemplo, eles podem querer participar numa conversa, mas sentem-se ansiosos e congelados, por isso não dizem nada. Outras crianças tendem a agir impulsivamente, deixando escapar comentários inadequados.

Como ajudar as crianças a aprender habilidades sociais?

Algumas crianças tem maior facilidade em aprender as habilidades sociais, outras precisam de um reforço e apoio. Quase todas as crianças enfrentam problemas nos relacionamentos, quer pela adaptação a uma nova escola e novos colegas, entre outros. Este tipo de experiência é comum mas também pode ser muito doloroso para a criança.

Considerando os três processos subjacentes às habilidades sociais – ver, pensar e agir – pode ajudar o seu filho a compreender quais as dificuldades e sugerir maneiras de ultrapassar. 

Por exemplo: perante uma ida ao parque, a uma festa, pode orientar o seu filho a observar o contexto e ambiente, fazendo observações e chamadas de atenção para o seu filho prestar atenção em algumas pistas ( “O Carlos parece frustrado agora”).

Como ajudar a responder a um dilema social? Pode apoiar o pensamento do seu filho, fornecendo insights para explicar o comportamento do outro. Também pode ajudar o seu filho a pensar nas possíveis respostas e avaliar os resultados prováveis. Ensaie respostas simples a perguntas comuns também podem ajudar crianças ansiosas a passar por momentos para eles constrangedores.

Finalmente, crie oportunidades para o seu filho praticar as habilidades sociais por meio de situações complicadas, planear estratégias antecipadamente para situações difíceis ou organizar actividades apropriadas. Por exemplo, as crianças que acham difícil fazer o contacto visual podem achar mais fácil se olhar para as pessoas entre as sobrancelhas. Isso acontece do mesmo modo que o contacto visual, mas pode parecer menos ameaçador para as crianças.

O contínuo fracasso social não ajuda, as crianças que lutam com questões sociais precisam de orientação e apoio para que possam “acertar” socialmente, observando, pensando e fazendo de forma a ajudá-las a conectarem-se com os seus pares. Ter muita prática com interacções positivas com outras crianças permite que as crianças se sintam genuinamente confortáveis, competentes e confiantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

psicologia social crianças desfaborecidas coportamentos sociais nas crianças habilidades sociais
%d bloggers like this: